sexta-feira, 4 de outubro de 2019

LANÇAMENTO DO LIVROS "CAÍDOS"


Um professor é desafiado a viajar para o interior do Estado mato-grossense, para investigar junto as autoridades locais, o desaparecimento de quatro jovens paulistanos. Fenômenos físicos e espirituais despertados por forças sobrenaturais, formam uma rede intrincada de maldade e assassinatos naquela região. O que parecia ser uma viagem curiosa e até turística, acaba se tornando risco de morte para o professor e um pároco luterano local. A cidade de Sorriso é visitada por uma horda de espíritos mal-intencionados. Sua geografia e o estilo tranquilo da população local, servem de laboratório experimental por pessoas vindas de outros lugares que se juntam à seres demoníacos. A turbulência política, econômica e social do país não é resultado apenas de seres humanos corruptos. O plano é destruir toda uma nação. Sem saberem, o professor e o pároco luterano se envolvem numa triangulação maligna de um grupo satânico que planeja a criação de algo diabólico. Essa região se torna também palco da eterna luta do bem contra o mal. Alguns capítulos são fortes, mas não exagerados, pelo contrário, detalhes foram omitidos e amenizados para não causar mal-estar e nem confusão em alguns tipos de leitores. Segundo as palavras do professor:
Os espíritos desses seres caídos sempre estiveram entre nós!
A narrativa dessa história prova isso. Tudo foi proposital.
Espero que ao final da leitura você esteja mais ciente disso e dos mundos que te cercam.

Palavras-chave: ficção, filosofia, religião, romance
430 PÁGINAS

PARA ADQUIRI-LO, APERTE AQUI: https://clubedeautores.com.br/livro/caidos-2


Estamos rodeados por um mundo espiritual. Talvez, por
mundos espirituais.
O Planeta Terra é enorme. Oceanos com os seus continentes,
seus polos gélidos, suas dunas desérticas e milhões de hectares de
florestas e altas montanhas, sem contar a imensidão do espaço
atmosférico. Apenas 5% da crosta terrestre foi penetrada.
Seres e entidades espirituais convivem conosco nesse mesmo
espaço-tempo. Forças inteligentes que causam fenômenos
inexplicáveis para a Ciência.



Obviamente, existem milhares de manifestações espirituais
desses seres em muitos desses lugares no planeta. Tribos indígenas
isoladas na Amazônia, beduínos nos desertos distantes, aborígenes
em muitas das milhares de ilhas no Pacífico, Oceania ou no Índico.
Humanos de todos esses lugares presenciam essas realidades
constantemente. Quando uma dessas aparições acontece numa área
metropolitana da cidade vira notícia, com muitos espiritualistas,
gurus, sacerdotes, profetas, físicos, médiuns, ufologistas, esotéricos,
padres e pastores tentando explicar.
Tento explorar um pouco disso neste livro.
Alguns capítulos são fortes, mas não exagerados - pelo

contrário, tive que omitir e amenizar a narração para não causar mal-
estar e nem confusão em alguns tipos de leitores. Evitei também dar

receita de algumas obras das trevas que podem inspirar outros. Nada de
dar ideias a alguns para o mal! Omiti elementos essenciais de algumas
dessas receitas das trevas. Alguns personagens me contaram
pessoalmente os ritos que praticaram quando estavam em alguns
desses grupos. Mas, por favor... já temos malignidades demais nesse
mundo!
Quando fui missionário Batista viajando por algumas partes
do mundo, inevitavelmente, acabava me deparando com todo tipo de
pessoas e crenças.
Espero que ao final da leitura você esteja mais ciente disso e
dos mundos que te cercam.
Detalhe: é importante que você leia as referências bíblicas que
surgirem na história.
Aos mais sensíveis, aviso: essa história pode ser pesada.

– Reinaldo de Almeida

PARA ADQUIRIR ESSE LIVRO, ACESSE AQUI:
https://clubedeautores.com.br/livro/caidos-2

430 PÁGINAS.

sexta-feira, 19 de julho de 2019

CRIMES CONTRA A HUMANIDADE.



Estou lendo, simultaneamente, dois livros que baixei em pdf em meu computador: "O livro negro do Cristianismo", e " O livro negro do Comunismo". 
Excelentes leituras. 
Ambas descrevem bem o processo histórico em que a humanidade caminha nessas grandes  duas rodas, onde falta uma terceira: a comercial. Destas três rodas, todas tem um eixo comum: o poder.

Voltando aos livros:
Parecem antagônicos, mas não são. Em certo sentido, ambos são leituras pesadas para quem vive no mundo da fantasia, tanto no mundo religioso como no mundo político. Acredito que esses dois livro desiludem e removem a cegueira de quem realmente busca a verdade na história.



Bom seria, se não tivéssemos religião e nem partidos políticos, mas isso seria uma utopia também, pelo menos enquanto o Reino de Deus não chega. 

Quando Jesus esteve na terra, ele não aderiu e nem se membrou a nenhuma religião e a nenhum partido político. Ele tinha em mente e em propósito convidar homens e mulheres para o que exaustivamente chamava de reino de Deus! Era algo novo e cativante, tão cativante que arruinou as bases do judaísmo e do império romano. Ambas, forças religiosas e política de sua época.
Morreu por causa disso, também. E por que morreu? Porque as leis do reino de Deus contrastava e batia de frente com o poder!



Voltando aos livros:

O primeiro livro mostra que o religioso se transforma em politica.

O segundo mostra que a política se torna uma religião.
Um é Théos, outro a-Théos. (ateu e não-ateu)
Ambos, máquinas de carnificinas, máquinas que trituraram milhões de seres humanos.
Ambos mataram por causa do poder. E mataram muitos milhares, muitos milhões. Uma catástrofe imensurável.
Mataram muito mais do que os terremotos, vulcões, tornados, maremotos, ou quaisquer outras catástrofes da Natureza que já existiu!

continua...

reinaldo de almeida

terça-feira, 25 de junho de 2019

Esgotamento espiritual

(Texto em construção)

Esgotamento espiritual é um assunto pouco falado entre os cristãos. Alguns admitem, outros não.
Vivemos hoje em dia com mais uma enfermidade psicológica: a síndrome de burnout.

Esse esgotamento físico, mental e emocional está muito relacionado ao aspecto profissional e às demandas do mercado de trabalho.
(A síndrome de burnout é um distúrbio psíquico caracterizado pelo estado de tensão emocional e estresse provocados por condições de trabalho desgastantes. Professores e policiais estão entre as classes mais atingidas.)
Tem relação com o que abordo aqui, embora o elemento espiritual seja mais sútil ainda.

O problema é que o esgotamento espiritual pode levar para a depressão e em último estágio ao suicídio.
Ficamos admirados quando sabemos que um cristão se suicidou.
Acredito que o esgotamento pode ser lento ou rápido, depende da estrutura espiritual de cada pessoa e a intensidade do fator que está causando nela isso.

Vivemos tempos difíceis como disse Paulo em II Timóteo 3:1-5. Nesse texto, Paulo expõe uma geração de pessoas caracterizadas pela arrogância, estilo esnobe, egoístas, ingratas, cruéis, impiedosas e sem nenhum tipo de afetividade e empatia. Em Apocalipse 18: 13, no final desse versículo se diz que a própria alma humana seria comercializada. O problema não é só a caracterização de pessoas arrogantes e inafetivas. O ambiente, a atmosfera e todas as áreas seriam propícias a gerar pessoas assim, e pessoas assim produzem ambientes assim que geram mais pessoas assim que produz um ciclo que se retro alimenta.

Entrar em estado de burnout espiritualmente é alternativa que só pode ocorrer quando há má compreensão fundamental do cerne do evangelho, ou quando a pessoa falha em aplicá-lo em sua vida e ministério. Um crente espiritualmente exausto está exibindo sintomas de um problema muito mais grave. (Trecho do livro: Esgotamento Espiritual – Malcolm Smith)
Entender isso é fundamental.
Entenda que esgotamento espiritual não é só sua culpa!
Porque a culpa, apodrece a alma!
O esgotamento espiritual traz uma enorme carga de sentimento de culpa. E o sentimento de absoluta responsabilidade pelo qual a sua mente e a sua alma assume por estar se sentindo assim, prejudica mais do que ajuda. O ambiente dos dias atuais também favorece ao esgotamento espiritual. E quando me refiro ao ambiente, incluo nele a igreja e a sua própria casa e casamento! 
Talvez a palavra mais correta seja: esvaziamento.
Sentimento de vazamento.

Como identificar? 
Passando um tempo a sós e sendo honesto e imparcial consigo mesmo. Sem relativização e racionalização das causas.

Causas:
Muitos fatores podem causar o esgotamento espiritual, cabe a você identifica-los para poder trata-lo. Alguns dele são:
*Muitos tarefas e poucos resultados.
*Rotina monótona.
*Ansiedade
*Preocupações.
*Excesso de trabalho.
*Pornografia.
*Tecnologia.
*Alvos não alcançados que geram frustrações.
*A idolatria do sucesso.
*A idolatria dos resultados.
*Rede sociais.
*Persistência sem sabedoria.
*Pressão psicológica.
*Dívidas.
*Pressa.
*Manipulação de terceiros.

Efeitos:
*Tristeza.
*Desânimo.
*Criticas constantes.
*Bipolaridade espiritual (tempos de euforia e tempos de aridez).
*Cinismo com as atividades da igreja.


Como tratar:
1. Tempo para si mesmo.
Ser honesto consigo mesmo exige que se tenha um tempo a sós com sua mente e alma. 
2. Tempo com Deus. A volta da leitura simples de uma bíblia sem comentários e um tempo diário de oração, sem monitoramento do relógio, pode ser terapêutico para o espírito. 

sexta-feira, 14 de junho de 2019

Suas maiores cicatrizes não são visíveis


As cicatrizes na alma!

       Nossas maiores cicatrizes estão em nossas almas.
       Nossas maiores paixões estão invisíveis.
É em nossas almas que temos que se encontrar todos os dias, portanto, é ali que deveríamos fazer nossas reparações todos os dias.
      É ali que deveríamos consertar o que está estragado, reparar o que  se encontra esquecido, extirpar o que deveria ser jogado fora e aprimorar o que intuímos e que desconfiamos ser o que está certo.
Intuímos e desconfiamos é porque nem sempre isso fica claro dentro de nós (aquela voz "chata" dentro de nós, nos contrariando).
       Sua maior cicatriz está no invisível de tua alma. E muitas vezes essas marcas na alma nos leva mais da vida do que percebemos. 
      Deixar de viver por causa dessas cicatrizes é deixar de se tornar quem realmente você é.
       Se a matemática psíquica nos ensina que pensamentos se tornam realidades, porque pensamentos se tornam sentimentos e sentimentos podem se tornar paixões na vida, reciclar, cuidar, extirpar e sanar essas cicatrizes podem fazer toda a diferença na qualidade de vida que experimentamos.
          Por exemplo, você pensa em comprar algo, de repente, você começa a ver esse algo em todos os lugares. O próximo passo é você comprar.
          Admitamos ou não, é quase assim que funciona.
          Da mesma forma, positivamente é assim. Quando desejamos algo e pensamos nela, sonhamos com ela, nos apaixonamos por ela, essa paixão se torna maior que o medo de conquistá-la. Os obstáculos são automaticamente racionalizados e relativizados por nossas almas.
         Um encontro diário com sua própria alma pode ajudar você a avaliar as cicatrizes que ali se formaram e você decidir se aquela cicatriz vai te marcar para o bem ou para o mal.


Reinaldo de Almeida

Lançamento do livro: CAÍDOS - Autor: Reinaldo de Almeida

LANÇAMENTO DO LIVROS "CAÍDOS"

Um professor é desafiado a viajar para o interior do Estado mato-grossense, para investigar junto as autoridades locais, o desaparecim...