quarta-feira, 3 de junho de 2009

O ALUNO PODE TUDO - Todo discurso sobre a educação que vc ouve é enganação

Sou Prof. de Sociologia, faço Mestrado, faço outra graduação... Já são MAIS DE 20 anos de estudo... de preparação... pra quê? Dentro da sala de aula o aluno pode tudo, não aprende nada e a culpa é do coitado do professor??? Terá que fazer mais o quê??? Ao invés do senhor governador fazer isso, poderia sentar com os professores e procurar uma outra saida... o problema não são os professores... Mas uma falta de parceria... Estado - Ministério Publico - Pais dos alunos, etc. E meios para controlar essa situação... EDUCAR OS PAIS que são extremamente permissivos, não participam da escola, não acreditam que seus "santinhos" não fazem o que os professores estão falando. Lamentavelmente a Escola não tem sido o local para a aprendizagem, mas apenas para o reencontro com os amigos, para encontrar namorado (a), o local da merenda... mas o estudo tem ficado para a última opção, e quando entra pelo menos na última opção. FILHOS PRECISAM DE PAIS QUE DEÊM LIMITES - QUE SEJAM PRESENTES EM SUAS VIDAS.
Divino - Suzano São Paulo
Sou Prof. de Física .Trabalho no estado a 10 anos, Gente NÂO TEM mais condições de ensinar minguem . O aluno pode tudo, não aprende nada e a culpa é do coitado do prof.Dar aula é uma fria, os prof.que entraram nos concurso anteriores já sairam da educação a muuuiito tempo. Não tem mais prof. no estado. O certo é todo o prof. sair da rede. Para ganhar 600,00 é só vender abacaxi na fera. A educação é um cavalo de tróia. Estude, passe no concurso e eeessspeera prrraaa ttu vvve aa fria que se tá entrando... Há. Há Há .. Depois não vai falar que não sabia ..
Carlos - Sumaré - São Paulo
senhores(as)por favor sou professor na rede tbem trabalho num instituto d idiomas ganho 28reais a hora aula o estado paga em torno de 8reais a hora aula... deixem de utopia por favor nunka perguntam o que o professor q estao em sala de aula de aula acham,qdo eles tem q imprementar essas medidas q eles resolvem lah no topo...eu vou dar atençao pra quem me paga meu salario digno enquanto isso fikem ai discutindo sexo dos anjos dentro da escola publica com esse salario mediocre!!!e+acho q deveriam dar cursos pra esses diretores mediocres q falam amem pra tudo q vem da diretoria esse povo q estao nas diretorias so pre-historicos estao com a cabeça no tempo ainda da ditadura militar tem diretos q usam o termo da minha escola isso é inadmissivel!!acorda educadores GREVE GERAL e professores 1800reais vcs ganhasm ate vendendo cachorro quente e melhor q passar por essa humilhaçao !!!!
Rodrigo - São Paulo
O maior problema do ensino hoje no estado de São Paulo é o isolamento que o professor sofre. Por um lado, ele tem que aguentar a falta de educação e do respeito por parte do aluninho mau educado pelos pais. E do outro ele tem, na maioria das vezes, a direção e coordenação da escola contra ele, pois tem nojo dele e dos alunos, mas precisa mostrar trabalho e resultados para a Secretaria Estadual do Ensino. O professor está no "meio", isolado e desamparado pelas ferramentas que lhoe poderiam restaurar a autoridade em sala de aula. Ele nem tem mais o direito de "repetir" o aluno, pois essa lei famigerada da "educação continuada" é uma verdadeira enganação pra todo mundo!
Reinaldo de Almeida
contraditorio como tudo nesse governo psdb se existe 80mil prof contratados,ou seja,nao efetivos por que 10mil vagas é absurdo nao resolve nada abrir concurso pra 80 mil vagas agora fikar com palhaçada por favor neh governadorrr vai na periferia de sao paulo nem profeessor tem alhh a escola funciona com professores eventuais em sala de aula os professores estao todos em licença medica q estao fikando loukos com problemas psiquiatricos e situçao na rede publica e horrivel desde 1976 qdo um cancer anbulante chado rose neubaer desde entao esse cancer vem corroendo o secretaria da educaçao ,bem essa secretaria precisa mudar de nome neh porque uma secretaria q nao sabe nem escolher os livros adequados ao estudantes q infelizmente sao pobres nao tem a opçao de ir para o ensino particular observem leitores veja se esses escandalos acontecem com as escolas particulares ex;objetivo escola adventista essa palhaçada e so no ensino publica q o psdb bem governando por 16anos SENHORES ABRAM OS OLHOS ??
José Antonio - São Paulo
uma das primeiras medidas da nova secretaria de educaçao do municipio de ribeirao preto ,foi discutir a progressao continuada nas escolas municipais para melhorar o aproveitamento dos alunos ,e a progressao continuada foi retirada das escolas municipais ,e os pais ficaram satisfeitos com a iniciativa.
[marlei] [ribeirao preto,sp,brasil]
realmente a trinta anos atras .nao tinha começado a era PSDB de governar a educaçao ,porque depois disso so piorou ,faltam materiais basicos nas escolas ,faltam funcionarios para a limpeza , falta segurança nos portoes das escolas,faltam regras de disciplina ,falta entendimento com os pais,eo que e pior A PROGRESSAO CONTINUADA que foi a pior medida que poderiam ter tomado nas escolas ,porque ela so serviu para mascarar resultados de avaliaçao e economizar em investimentos na educaçao ,so que nesse caso o barato para o governo vai sair carissimo,em prejuizos financeiros,de aprendizado e cultural,nao sou prof.,sou mae de aluno.
[Roberto] [Amparo]
Com os salários que pagam aos professores,pelo respeito que os alunos tem para com os mesmos,pelo código da criança de l7 anos ll meses e 29 dias,que pode tudo e não acontece nada, as vagas deverão ser quase que totalmente preenchidas por profissionais da Europa ou Estados Unidos que estão em crise econômica. Ria que rir faz bem...

Um comentário:

Elaine Cândida disse...

Eu tenho que aprovar aluno sem conhecer o suficiente das disciplinas para prosseguir numa série mais avançada.

Eu tenho que suportar todos os seus comportamentos indisciplinados porque os pais não educam seus filhos como deveriam e os encaminham para a escola como se eu fosse babá deles. Eles vêm conviver comigo todos os dias como se eu fosse um cachorro que late e eles dão atenção se quiserem e quando bem quiserem.

Eu tenho que dar aula em uma sala empoeirada, mofada e completamente desproporcional em tamanho para a quantidade de alunos (superlotação) porque não é uma sala de aula, e sim uma mine-biblioteca com uma lousa na parede... e isso tudo simplesmente porque as direções das escolas do município em que trabalho ganham gratificação por cabeça de aluno.

Eu tenho que dar aula em um ambiente sujo, lavado uma vez por mês, com mesas e cadeiras que são limpas a cada 15 ou 20 dias, simplesmente porque o pessoal da limpeza varre as salas, joga água no pátio e nos banheiros e se senta o restante do horário para decorar chinelos, ler livros, jogar damas, bem na frente da direção que não toma nenhuma atitude com medo de perder votos nas próximas eleições para diretor e vereador.

Eu tenho que tirar do meu bolso para comprar materiais básicos como cola e papel branco, porque a direção da escola está mais preocupada em colocar portão eletrônico e contratar bandas para as festas das mães e dos pais, em vez de comprar material mínimo necessário para que o meu trabalho produza um mínimo de efeito.

Eu sou alfabetizadora. E, embora minha profissão seja, em sua essência, muito gratificante e realizadora, estou muito cansada desse descaso de todos (governos, secretarias de educação, direções, famílias, os próprios colegas de trabalho).

Estou muito desiludida com essa pedagogia ridícula que supervaloriza o aluno e reduz a imagem do professor a um simples mediador, quando, na verdade, a educação (tanto a formal quanto a informal) só é produzida quando há alguém para ENSINAR.

Estou muito triste com a qualidade de ensino que tenho prestado, sabendo que se eu tivesse mais apoio (pelo menos material) dos responsáveis maiores que eu, certamente teria mais sucesso no meu trabalho.

Infelizmente eu sou mais um professor frustrado com a educação, que está esperando só uma oportunidade mais vantajosa para pular fora desse sistema que, por pouco, ainda não me fez enfartar.

Deus abençoe a todos e me dê muita graça também até que chegue o meu tempo de mudar de vida. Ainda estou aqui por causa de um plano de Deus que está se cumprindo para mim e envolve esse período na rede pública.

Mas espero em Deus que, dentro em breve - muito breve mesmo - terei novidades a meu respeito para compartilhar.

Shalom.