quinta-feira, 18 de outubro de 2007

O CAMINHO DE MANASSÉS

O caminho de Manassés
2º Crônicas 33:6

O juiz bateu vigorasamente o martelo sobre a mesa dando finalmente a sentença após ouvir o veredito dos jurados: "CULPADO!"Encontrado a culpa do assassino, o "serial killer" havia se rendido. O olhar desafiador quando a sentença foi pronunciada: "MORTE!".A Justiça havia sido feita; ele, finalmente, pagaria por seus caminhos de maldades. Seus assassinatos, suas injustiças, seus crimes seriam julgados.
Foi assim. Na Bíblia nós encontramos um rei, um monarca da pequena nação de Israel, Manassés, que não era apenas um rei perverso fora do comum, mas um dos piores reis de Israel. De fato, ele que fez que alguns reis pagãos parecessem santos em comparação a ele. Ele desafiou a Deus rejeitando suas mensagens, matando seus profetas, matando pessoas inocentes, incentivando a adoração de ídolos; onde os sacrificios de crianças inocentes, era parte integral dos cultos pagãos. Ele cometeu crimes horríveis.
"PEGUE-O! SENHOR!" Podíamos clamar. Mas foi justamente isso que Deus fez! Uma nação cruel, instigada por Deus, fez com que as loucuras do rei Manassés fossem impedidas de continuarem sendo praticadas.Colocaram um gancho no seu nariz e o levaram para a escuridão de uma prisão, prisão distante. A justiça, definitivamente, havia sido feita. Mas Deus não havia finalizado com Manassés.
Deus continuava observando Manassés naquela masmorra. Entou houve um quebrantamento, houve um remorso, houve um arrependimento dos atos praticados. Naquele lugar longíquo, um homem perverso se humilhou, ousou clamar pelo Misericordioso. Deus prontificou-se a ouvi-lo. Manassés se arrependeu e Deus cedeu mais uma vez. Se o Senhor ouviu Manassés, ele certamnte ouvirá voce tambem!

Nenhum comentário: