domingo, 28 de junho de 2009

Vendas: O cliente que nunca mais voltará

Vendas: O cliente que nunca mais voltará
Por Pedro Mello 24/06/2009 - 11:27

Quantas vezes passamos discursos calorosos sobre novas estratégias de fidelização de clientes? Quantos cursos de marketing, programas de CRM e técnicas para mensuração da qualidade fazemos pra tentar chegar ao máximo nível de satisfação possível. Depois disso tudo, descobrimos que eles continuam insatisfeitos.

Ai vem a questão... e AMOR e ATENÇÃO, eram palavras que se encontravam em qualquer um desses cursos, seminários, apostilas, livros e palestras de gurus renomados?

Ontem recebi um e-mail do meu sócio, Beno Krivkin, sobre um papo do fundador do Wal Mart, Sam Walton, que lembrava uma história escrita pelo Romeo Busarello chamada `Carinho antes é interesse, carinho depois é relacionamento´.

Então aqui vai a estória contada por ele, fazendo a abertura de um programa de treinamento para seus funcionários.

Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera, enquanto o garçom faz tudo, menos o meu pedido.

Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares.

Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal.

Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, ansiando por um sorriso ou esperando apenas ser notado.

Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranqüilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos, e espera.

Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama pacientemente enquanto os funcionários trocam idéias entre si ou, simplesmente abaixam a cabeça e fingem não me ver.

Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas. Engana-se, ...sabe quem eu sou?

EU SOU O CLIENTE QUE NUNCA MAIS VOLTA!!!

Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua empresa. Quando fui lá, pela primeira vez, tudo o que deviam ter feito eram apenas ter a pequena gentileza, tão barata, de me dar um pouco de ATENÇÃO e CORTESIA.

CLIENTES PODEM DEMITIR TODOS DE UMA EMPRESA, DO ALTO EXECUTIVO PARA BAIXO, SIMPLESMENTE GASTANDO SEU DINHEIRO EM ALGUM OUTRO LUGAR

2 comentários:

Aline disse...

A força da consultoria vem pela simples análise do atendimento ao cliente nos dias de hoje, e vicê tá pegando o jeito da coisa. Deus abençoe muito!

clau disse...

rsrsrsrsrs!