quinta-feira, 26 de maio de 2011

Ser discípulo de Jesus



Hoje em dia é muito fácil de descobrir qual a denominação que uma pessoa frequenta: basta olhar para o seu vestuário, ou ouvir seu palavreado ou ainda perceber que tipo de fé ela professa.

Isso é muito triste e ridículo pois o próprio Jesus disse que todos saberiam que seríamos seus discípulos pelo AMOR. Infelizmente o que não falta hoje são discípulos das "igrejas" e a grande maioria são discípulos ou do dinheiro ou de algum ídolo do mundo feito de carne e osso (inclusive os líderes dessas grandes denominações eclesiásticas tipo iurdianos, malafaianos, soareanos, hernandianos, waldomirianos, assembleianos, presbiterianos, quandrangularianos, congregacianos e outras coisitas más!). 


Geralmente o discípulo tende a ser parecido com o mestre que segue e admira.


Outros, mais "certinhos", querem ser discípulos de Calvino ou Lutero.  


E tem até os "caiofabianos".


Bobagem!

Nesse quesito faltam discípulos de Jesus!

Hoje, para nos tornamos discípulos de Jesus teríamos que passar por uma profunda "desconstrução" em nossas crenças e voltarmos à simplicidade do Evangelho.

Até o termo "cristão" é inútil e desnecessário porque quase ninguem mais está parecido com um "pequeno Cristo". E o cristianismo "Constantiniano" é pagão em sua essência e origem!

Por isso, não me chamem mais de "cristão"! Fiquei ateu do cristianismo atual.

Pelo que me percebo, estou num treinamento preparatório para o "nível básico" do discipulado de Jesus.

Só isso, e olha lá!

Enquanto não começarmos a nos parecer com o NAZARENO tanto no discurso como no trato com o nosso próximo, certamente continuaremos CRISTÃOS!


E você? É parecido com quem?

Reinaldo de Almeida

3 comentários:

Anônimo disse...

E vc, é parecido com quem?

Vc ama? , vc, perdoa?

Ta na hora de falarmos menos e vivermos mais.

Sintonia da Vida disse...

Eu acho que vc não leu direito. Eu disse no final do texto "que eu estou num nível básico no discipulado de Jesus".

Estou aprendendo a ser...

Anônimo disse...

Ainda ...