segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Ser discípulo de Jesus é uma impossibilidade humana!

  



    Ser seguidor de Jesus é uma impossibilidade humana se não acontecer uma revelação divina.
    Hoje, o atual cristianismo, com todas as suas ramificações, relativizou isso. 
      Hoje, e em muitas outras épocas da história cristã, se acreditou na hipótese desse "Cristo" ser relativizado por outros acréscimos ou subtrações. 
        Além disso, existem os "cristos" interpretados por homens que não receberam tal revelação divina e mesmo assim se sentiram no direito de interpreta-lo segundo seus próprios entendimentos e percepções!

      Jesus Cristo mesmo disse, repetidas vezes, que ser um seguidor dele não seria para qualquer pessoa.
     Fomos doutrinados, educados, condicionados e até mesmo ameaçados em acreditar no cristo do cristianismo.

       Agora, ser discípulos de Buda, de Maomé, Zoroastro, Vixhinu e qualquer um outro é possível e até fácil, mas ser discípulo de Jesus, é humanamente impossível.

        É só para "quem o Pai o quiser revelar".

    Ser discípulo de Jesus nasce de uma "revelação" no espírito humano. Não é o assentimento mental de uma doutrina. 
   Como é possível ser seguidor de Jesus e aceitar a todas declarações que ele fez? 
     Só há duas possibilidades: loucura ou revelação! Caso contrário, você não entendeu bem quem Jesus disse que é! Você fez uma opção por uma religião, e nesse caso, qualquer religião contem os mesmos princípios e conteúdos uma das outras, só muda os nomes os ícones, geografias sagradas e os ritos sacerdotais! 

          Jesus de Nazaré desprezou e despreza tudo isso!

    Pois então, essa é uma das exigências inicial que ele impõem para quem quiser segui-lo. Abandonar tudo isso e a falsa idéia e crença de poder juntar essas coisas à pessoa dele.
       Por isso, repito, não é qualquer um que está disposto a obedecer tal exigência!

           Segundo, ele afirmou várias vezes e categoricamente, que se mesmo Buda, Zoroastro, Maomé, Vixnu ou qualquer um outro não acreditar em quem ele diz ser, já perdeu o rumo para Deus, errou o caminho. 
        Então, digo novamente, é muita pretensão de um homem só dizer tal absurdo!          

          Terceira e a mais absurdas das declarações dele: que ele e Deus são Um, não em personalidades e sim em essência. Ele disse que a existência de todas as criaturas e de toda a criação foi obra conjunta dele com Deus e que no caso, ele era a Palavra que Deus usou para cria todas as coisas!

              Ouvindo esse jovem de aproximadamente na casa dos trinta anos, pobre, carpinteiro numa aldeia de um povo tribal, num lugar perdido do poderoso império romano, talvez com 1,80 metros de altura, mãos calejadas e grossas de tanto serrar e martelar madeiras, pele queimada pelo sol da árida palestina, cuja mãe, pai falecido e irmãos conhecemos pelos seus nomes, fora as irmãs e parentes mais próximos conhecidos nos relatos de textos dos antigos seguidores dele, não tenha duvida, é loucura acreditar nele.              
              Acreditar nesse homem é só por um milagre!


Reinaldo de Almeida
          

Nenhum comentário: