quarta-feira, 22 de julho de 2009

Adoração e levitas levitando

Fui pregar algum tempo atrás numa igreja. Foi triste! O "levita" fechou os olhos e ficou 40 minutos cantando uma unica música! Ele (e os "back" que estavam com ele) esqueceram do povo! De relance, olhei uma senhora de uns 70 anos se encostando na cadeira querendo sentar...Mas o "levita" insistia na adoração. Ele queria que o publico "levitasse" com o seu papel de "adorador". Tinha desistido (em meu coração)de pregar, pois quando subi no púlpito o povo já estava cansado e com o espírito exaurido. Aquele "cara" acabou com a expectativa da Palavra. Esse tipo de coisa que eles chamam de "ministração", de fato, virou MANTRA. o DIABO tem roubado o tempo da pregação da Palavra nas Igrejas (usando os musicos e o "louvor" ou qualquer outra coisa...). Não desprezo a música como um dos instrumentos na adoração, mas ela tem sido ABSOLUTIZADA por alguns. Lamentavelmente, em muitas igrejas, o pastor se tornou refém dos músicos (levitas). Adoração verdadeira acontece no "chão da vida". Basta perceber nos evangelhos a pouca, ou nenhuma, importância que Jesus deu a música como instrumento de adoração.

Nenhum comentário: