sábado, 31 de agosto de 2013

FALANDO SOBRE FÉ




O livro de Tiago fala sobre a fé viva e a morta, condena-se o fazer acepção de pessoas. (Tiago 2:10,17,24 e 26)

Em Efésios 2:8 a 10, diz o texto que pela graça sois salvo e isso não vem de vós, é dom de Deus, para que ninguém se glorie. Em Atos 15 Paulo e os que estavam na liderança em Jerusalém, discutiram sobre a fé e as obras, e no final do conflito chegaram à conclusão que um concluía o outro. Ou seja, obras são o resultado da fé!

Segundo Jesus, só sou perdoado quando perdoo. Se sei que sou amado por Deus de maneira incondicional tenho poder, graça e condição de amar o meu próximo.
Sou fruto da minha fé e minhas obras mostram o tipo de pessoa que sou!

É claro que fé não tem nada a ver com o tipo de palavreado que uso para expressá-la! Fé e palavras nem sempre significam as mesmas coisas.

O diabo usa sempre um meio para colocar em nós dúvidas de quem somos, do mesmo modo que fez com Jesus, dizendo: "se és filho de Deus, por que está com fome? está doente?, porque está sofrendo?,etc...,"

A fé é a certeza de que esta condição de sermos filhos de Deus já está definida, não somos iguais, mas todos somos filhos de Deus e quando duvidamos, perdemos a graça diante de dEle. 

Eu quero ser e não estar alegre; eu posso ser alegre e chorando.
Porque fé não é sentimento! Eu não preciso sentir a fé eu apenas creio!

A solução da morte é Cristo, porque Jesus falou que "quem crê em mim não morre" O que Jesus nos pede é para não perdermos a fé em Deus, que Ele sempre responderá as nossas orações.

Para Deus somos sacerdotes e a função deste é interceder; se alguém faz algo errado, ore pela pessoa pois não adianta xingar e discutir, isso não dá em nada. 
Na carta aos Hebreus 11 fala da natureza da fé e cita muitos exemplos de fé tirados do velho testamento, vale a pena ler.

Reinaldo de Almeida
transcrito por Célia Vaz

Nenhum comentário: