quinta-feira, 5 de maio de 2011

PRODUTIVIDADE: O CAMINHO PARA O SUCESSO





“A fama não substitui o talento”.


Essa frase foi dita por uma atriz consagrada pela televisão brasileira com muitos anos de trabalho e dedicação depois de ter assistido uma reportagem de uma moça que estava tendo o seu momento de fama, após ter saído do “Big Brother Brasil”.


Conseguir sucesso, riqueza e fama sem antes haver tido um tempo de dedicação, trabalho, suor e lágrimas é o que a geração atual vem buscando cada vez mais em nossos dias de fast food, café instantâneo, entregas rápidas (delivery?), e_mails, e outros elementos que fazem da nossa época , um momento mágico para muita gente.Não obstante, se você quiser colher cogumelo, basta esperar seis horas desde o seu cultivo até o momento da colheita, mas se deseja colher laranjas, bananas, goiabas e mangas, com certeza, você terá que esperar por um tempo muito maior do que o plantio de cogumelos.Tudo na vida é assim também. No casamento, na vida profissional, nos estudos, nos relacionamentos. Tudo que promete colheita, demanda trabalho, diligencia e espera.

Alguém diz; “Eu não dou certo na vida, porque uma mãe de santo me amaldiçoou”, ou “Eu não venci na vida, porque meu pai era fracassado!”, ou ainda, “Eu vivo tendo problemas por causa de mau olhado”, ou então, “Meu negócio vai mal por causa da inveja e fluidos negativos dos meus concorrentes.”. Isto é, não faltam desculpas para nossa improdutividade. Não encontramos outras respostas para nossa esterilidade, a não ser colocar a culpa em outra pessoa ou coisa.

Há um texto na Bíblia Sagrada (Mateus 21:19), onde encontramos Jesus amaldiçoando uma figueira. A narrativa indica que ele estava com fome e, no caminho para Jerusalém encontrou uma figueira bonita e cheia de folhas, foi procurar fruto nela, porém não tinha fruto, então ele lança a sentença fatídica sobre ela.

Observe que a maldição veio em resultado da improdutividade da arvore e não o contrário. Note que o Senhor não diz: “Oh! Coitadinha desta arvore! Não tem fruto, deve estar amaldiçoada...”.

O que percebemos é que Jesus chama a responsabilidade da improdutividade da arvore para ela mesma. Nós não temos o direito de atribuir nossa improdutividade para o diabo, mau olhado, pai, mãe, professora, cidade, governo e por aí vai...A arvore é resultado de uma semente que foi cultivada, cuidada, trabalhada e esperada com paciência até o momento de sua produtividade.

Creio que Deus colocou “sementes” em nossas mãos. Uma palavra, uma idéia, uma visão, uma habilidade, uma oportunidade, um dinheiro, um contato, enfim, qualquer coisa que representa aquilo que nós queremos e buscamos um dia. Toda semente tem uma casca dura que protege a vida que nela se encontra. Ela precisa romper a casca para poder germinar e brotar. A casca dura só se rompe se o coração for um solo preparado, trabalhado, irrigado e saudável para a semente brotar. Aragem e remoção do que não presta do solo exige trabalho árduo e suor e depois disto a semente precisa de tempo para germinar, e isso implica em paciência por parte do lavrador.

Seu negócio, sua família, seus relacionamentos, seu sucesso e sua carreira profissional têm tudo para produzir e prosperar continuar crescendo. Quando nós fazemos a nossa parte, Deus faz a dele e não há nada, nenhum fator material ou espiritual que impeça uma semente de crescer quando ela foi plantada no solo de um coração bom e cuidada com paciência e dedicação.Por isso, voltando ao principio, sucesso duradouro não acontece por acaso.


Reinaldo de Almeida

Nenhum comentário: