sexta-feira, 19 de abril de 2013

Lamentações sobre um valente guerreiro derrotado!


Ai de ti Sansão!

Ai de ti porque cortaram os cabelos de sua cabeça!
Ai de ti porque foste enganado pelo amor de uma mulher!

Teus olhos agora estão vazados, escuridão e dor atormentam sua mente e sua cabeça.
Quem poderá descrever o horror e a aflição que inunda a sua alma?
Teu Deus te abandonou ou foi você que o abandonou primeiro?
Teu silêncio só é sufocado pelos barulhos das cadeias e das correntes que você arrasta nesta masmorra.
Onde foi parar a tua força? 
Onde foi parar a sua glória?

Nunca imaginaste que poderia chegar nesta situação. 
Tu que abatias o leão como se fosse um gatinho. 
Com a queixada óssea e dura de um animal morto derrubaste muitos filisteus.
Eras o mais querido e cobiçado moço de Israel.
As donzelas falavam de ti quando se juntavam na beira do poço, quando iam buscar água para a sua lide diária.

E agora Sansão? 
O que acontecerá contigo? 
Será que o Deus te teus pais poderá te salvar? 
Aquele Deus que te impelia para os desertos e as montanhas. 
Deus que buscava de ti uma comunhão mais durável? 
Comunhão que se expressava no comprimento de sua linda cabeleira.

Onde estão os teus amigos?
 E as mulheres que te amavam?
As órbitas de seus olhos foram arrancadas, sua cabeleira cortada, seus pés sujos e com calcanhares sangrando não fazem mais de você um ser temido e respeitado. 
Só te sobraram a escuridão e a solidão. 
As noites solitárias nesta masmorra só te trazem as lembranças de seus caminhos e escolhas erradas

Por que um homem grandalhão e solitário como você não chora? 
Por que esta angústia entalada no peito? 
Você sempre foi um sozinho mesmo!
 Era você e o seu Deus. 
Talvez ele não tenha te abandonado... 
Talvez ele ainda ouça uma última oração de ti.

Se orares a ele o que vai pedir? 
Pedirá perdão pelos teus caminhos tortuosos?
Pedirá por sua vida e restauração? 
Pedirá uma oportunidade única para se vingar de teus inimigos?
Pedirá pela morte da mulher que te traiu?

Deus ouvirá novamente as suas petições. 
No entanto não poderás mais sobreviver. 
Esse seu estado de cegueira transformou-te num alvo fácil para os teus inimigos.
Além do mais, teu segredo já foi revelado.

Quem agora defenderá Israel de seus inimigos?
Lamento por você Israel! 
O teu valente foi derrubado. 
Teus inimigos estão preparando uma grande festa para Dagom. 
Depois das danças e da bebedeira eles irão maquinar planos para saquear as suas colheitas. 

Chore e lamente Israel!
Quem se oporá à isto? 
Quem colocará fogo nas caudas das raposas para queimar as lavouras dos filisteus? 
Quem proporá enigmas para zombar dos filisteus? 
Não se verá mais a silhueta das sombras de um gigante de Deus carregando as portas de uma cidade com os seus ferrolhos nos ombros. 
Não se verá mais água brotando no deserto como resultado da oração do valente nazireu.
Quando a festa ao deus Dagom chegar, esta lamentação se realizará.

Paulínia 14.03.06
Reinaldo

Nenhum comentário: