sábado, 21 de novembro de 2009

A batalha individual de cada um

A maioria dos cristãos leitores da Bíblia já se deparou com o cenário de guerra espiritual que Paulo tão vividamente tomou das Legiões Romanas de seu tempo. Paulo observava os trajes que um soldado romano fazia uso quando estava de serviço, inclusive em tempos de paz. Era de uso diário do soldado, no entanto, quando tal soldado era convocado para uma batalha, esse dia era chamado de "dia mau".


O tempo chamado "dia mau", significava o tempo em que ele estava no campo de batalha. Tempo de guerra. Tempo de vida ou morte. Esse "dia mau" podia durar dias, semanas, meses ou até anos!


Mesmo nos tempos de paz, um soldado da legião romana, ficava em trajes de guerra. Mesmo em tempos de paz, ele treinava normalmente como estivesse para entrar numa guerra a qualquer momento. O tempo todo vestido, o tempo todo preparado.


Ali, recolhido à uma prisão romana, Paulo observava a maneira que os soldados romanos, que trocavam de turno enquanto o vigiavam, se vestiam e se comportavam enquanto o mantinham preso. Paulo teve um bom tempo para comparar aquele quadro e situação num equivalente à realidade espiritual em que todo ser humano se encontra nesse exato momento.
* É uma luta individual.
* O cenário é sempre de guerra. Nesse caso, não há "tempos de paz".
* O Inimigo é real, perigoso e organizado.
* O Inimigo tem métodos e estratégias.
* Ele se "alimenta" de nossas culpas, medos, preocupações e ansiedades. São nossos pontos "vulneráveis".
* A luta é de natureza espiritual o tempo todo.
* O mundo facilita mais as ações dele, para o mau, do que para o bem.
* Agem num mundo paralelo ao nosso.
* As forças são contrárias aos conteúdos de Deus o tempo todo.
* O Inimigo faz uso de armadilhas, emboscadas, arapucas e dos enganos camuflados.


Embora muitos não percebam, essa é situação que cada um de nós se encontra nesse exato momento.
Tomai toda a armadura de Deus!
Efésios 6:10
Reinaldo de Almeida.

Nenhum comentário: