segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Silas Malafaia compra avião pela bagatela de 12 milhões


Rachem a cara e queimem a língua todos vocês que disseram que a bíblia de 900 reais não trazia prosperidade! Sim, eu confesso que estava enganado. A bíblia do Cerrullo, de fato, prospera!

O que me levou a esta conclusão foi a compra de um aeromodelo pelo telepastor e vice-presidente da Convenção Geral das Assembléias de Deus, "excelentíssimo" pastor Silas Malafaia. Parece que a farra dos 900 reais, somado à intimidação que o Cerrulo fez na TV, levou milhares de pessoas a ofertarem para o ministério, e ele, sábio e prudente, aplicou o dinheiro onde havia mais necessidade.

Segundo testemunhas, ao pregar em uma igreja de brasileiros em Boca Raton, Silas cofessou ter feito um negócio espetacular, ao comprar um dos maiores jatos executivos do mercado por um preço ridículo! Uma “galinha morta”. Uma aeronave com pouquíssimo uso, que se fosse nova, sairia por 18 milhões de dólares! Como a aeronave era de “segunda mão”, ele fechou o negócio pela bagatela de 12 milhões de dólares. O avião usado do Silas Malafaia custa o dobro do preço do avião novo do telemissionário RR Soares, Samuel Câmara e do Paipóstolo Renê Terra Nova.

Com tanta necessidade em terras tupiniquins, com milhares de crentes passando dificuldade nos bolsões da fome no Brasil, confesso que até pensei na possibilidade do senhor Silas usar esse dinheiro para levar educação, alimento e salvação a estas pessoas. Mas infelizmente ele preferiu investir em comodidade, igualando-se aos outros ícones da prosperidade já mencionados neste espaço virtual.

A tudo isso, quero apenas externar minha indignação às Assembléias de Deus por acalentar em seu seio um homem que comprovadamente não honra à sã doutrina, sendo um disseminador de heresias no âmbito pentecostal. Nesses poucos anos de conversão dentro das assembléias de Deus, vi pessoas sendo excluídas por causa do cumprimento do cabelo, por usar calça jeans e por causa do uso de jóias. Já vi crentes sendo excluídos por tomarem um copo de cerveja, quando seus pastores tomam um bom vinho importado no aconchego de seus lares, enfim, já vi toda sorte de exclusão boba e absurda, sem nenhum respaldo bíblico.

No entanto, ao olhar para a Bíblia, vejo que o critério que Paulo usava para exclusão era imoralidade e heresia. Silas Malafaia é um homem que, segundo os padrões escriturísticos, não deveria sequer fazer uso do púlpito, no entanto, é não apenas tolerado como também aclamado pela denominação como seu maior representante. E poucos – bem poucos – são os “blogueiros apologéticos” que ousam refutar as praxes infelizes deste ícone da teologia da prosperidade.

Espero da CGADB um parecer acerca da conduta dúbia deste senhor e da sua teologia do umbigo.


***
Postou Leonardo Gonçalves, cansado de ver a CGADB tapar o sol com a peneira, no Púlpito Cristão




[*] Nota:

A imagem utilizada é do King Air 350, modelo comprado por RR Soares, Renê Terra Nova e Samuel Câmara. Este modelo está avaliado em 6 milhoes de dólares. O avião do Silas Malafaia custa o triplo do King Air 350. Como podemos ver, a tal bíblia da unção financeira funciono muito bem para o pastor.

Nenhum comentário: